O Artista chamado Samuel

Vídeo game, computador, celular e qualquer outra coisa que possa chamar a atenção de uma criança de hoje em dia não é algo que o Samuel goste tanto.
Ele “inventou” uma maneira para passar o tempo com prazer e começou a estimular a criatividade fazendo desenhos de Pokemon  em caderninhos já usados.
O trabalho é complicado, ele apaga  todas as escritas do caderno, busca as referências dos personagens  no computador e depois começa os esboços para então colorir, recortar e colar, tudo com muita  simplicidade e uma empolgação que contagia:
“Eu não tenho preguiça de desenhar, pra mim nada e difícil não” 

” Isso aqui é uma arte, artista pode ser muito famoso, eu não quero muita famosidade não, eu só quero trabalho assim sem ser artístico sabe, eu quero ser desenhista em vez de artista.”

Ele ainda dá um conselho sábio para as crianças:
” Olha aí criançada  boneco é besteirinha, desenhar é muito melhor!”

Então, que tal largar tudo e começar a colorir nesse domingo?

Noivas Barbadas

A exposição é velhinha, mas confesso que a idéia ainda me encanta.
Homens num ensaio fotográfico vestindo o maior símbolo de pureza feminina…machos barbados e sensíveis!
Esse foi o trabalho do fotógrafo Jorge Bispo, formado em Artes Plásticas e colaborador de publicações em veículos de imprensa como   Vogue Brasil, Playboy Brasil, Trip, TPM  e Vip.

“Cabe um mundo de personagens nesse que já foi o manto sagrado, o santo sudário com que toda mulher queria vestir seus sonhos e que hoje quase não se vê mais piscando na imaginação das jovens. Não por acaso, vamos reencontrá-lo agora no corpo de algumas personalidades machas brasileiras. É comédia? É tragédia? Nelson Rodrigues, que era capaz de fazer rir e chorar, geralmente com a mesma frase, entenderia o drama e o humor que as fotos de Bispo viram por baixo dos panos.”

(Joaquim Ferreira dos Santos, jornalista de O Globo)

MODA EM COR PARA SENTIR!

Não nos importamos com as tendências da Vogue, fazemos Moda mas queremos mais cores, liberdade, atitude e arte!
A moda feita pela história com essência forte e um sentimentalismo experimental que nos faz cada vez mais diferentes.
Caderno de roupas, Memórias e Croquis” é um projeto do estilista mineiro Ronaldo Fraga, que com seu trabalho analisa a moda como um vetor de reafirmação e apropriação cultural, criando vínculos e resgatando memórias.
Isso se traduz aqui:

fashionistando-ronaldo-fraga-21

Ettore Cavaliere

Eu sempre gostei de colagens, desde os primórdios da minha vida, tive um guarda-roupas tomado por imagens, enfim, fazia colagens em tudo o que eu tinha, isso só continuou e se aperfeiçoou, todo o designer, artista, estilista que eu conheço tem um pouco essa bela mania, de recortar imagens e reunir num contexto próprio, é uma forma de arte muito democrática, muitas vezes pegar a arte dos outros e modificar de acordo com o nosso olhar.

Esses dias, descobri um artista italiano que mistura tudo, animais, antiguidades, clássicos, natureza, arte e putaria! Não tem como não amar o trabalho do Cavaliere, que usa como inspiração trabalhos de Andy Warhol e Rauschenbe

 

rg.

Dia dos mortos México

Resolvi falar sobre isso por vários motivos, entre eles: o dia dos finados estar aí e por ser uma data super memorável, entre outros motivos secretos.

Então explicando: no México, também no dia 2 de novembro, o Dia dos Mortos é uma celebração de origem indígena e honra dos finados. É uma festas mexicana bastante animada, e segundo dizem os mexicanos, os mortos vêm para visitar seus parentes. É uma celebração que segundo relatos tem origem desde os povos maias e astecas. Os rituais que celebram a vida dos ancestrais se realizavam nestas civilizações pelo menos há três mil anos.

Para os antigos mexicanos, a morte não tinha o mesmo significado que a religião católica, que trazem  o inferno e o paraíso para castigar ou premiar. Pelo contrário, eles acreditavam que os caminhos destinados às almas dos mortos era definido pelo tipo de morte que tiveram, e não pelo seu comportamento que tiveram em vida.

Os enterros eram acompanhados de oferendas que continham dois tipos de objetos: os que o morto havia utilizado em vida, e os que poderiam precisar em sua viagem ao submundo. Assim, os objetos eram muito diferentes: instrumentos musicais de barro, flautas, tímpanos e chocalhos em forma de caveiras; esculturas que representavam os deuses mortuários, crânios de diversos materiais, braseiros, incensários e urnas.

Deixo aí uma imagens incríveis de uma cultura super viva, diferente e que vê a morte de um modo bem particular.

Annie Leibovitz

Pra quem não conhece, Annie Leibovitz é uma fotógrafa famosa por retratos intimistas de uma cambada de artistas do mais alto nível do cinema e afins (gente ryca e famosa). Já começou fotografando para revista Rolling Stone, isso nos anos 70,  colaborando muito com a identidade da revista, justo por esse jeito de fotografar, de uma maneira divertida e informal, ela tem muitas fotos famosas, e com certeza você conhece algum trabalho dela, às vezes a gente não liga o nome a pessoa, mas agora a lembrança vem à tona. Entre os ricos e famosos que ela já fotografou estão John Lennon  com Yoko Ono, Tom Cruise, Katie Holmes, The White Stripes, Rolling Stones, George Clooney, Meryl Streep,  Elizabeth II, Mikhail Baryshnikov, Demi Moore (aquela foto famosa dela nua e grávida na capa da Vanity Fair), Kate Moss, Michael Jackson, Angelina Jolie, Whoopi Goldberg, etc.

Desde 2007 ela vem fotografando para Disney com vários artistas dessa laia, o nome da campanha é algo como “Year of a million dreams”, em 2011 ela soltou as últimas três fotos dessa série, e há boatos que vem mais por aí!!

WRECK THIS JOURNAL

É um livro cheio de recomendações que de forma convidativa leva os leitores a fazer interferências invocando uma ‘destruição’ criativa.
Uma bagunça habilidosa que preenche as páginas e incentiva um experimentalismo sem medo, são manchas de café, furos, pinturas, imagens deterioradas, recortes, colagens, fotografias, rótulos, sujeiras e até a proposta de levar  o livro para tomar um banho…
Keri Smith é a autora dessa empolgante obra interativa  que estimula novas percepções!
Garimpamos algumas imagens do livro só para termos uma ideia e a vontade de tê-lo também!


Pra comprar tem aqui: http://migre.me/b52NH