O Artista chamado Samuel

Vídeo game, computador, celular e qualquer outra coisa que possa chamar a atenção de uma criança de hoje em dia não é algo que o Samuel goste tanto.
Ele “inventou” uma maneira para passar o tempo com prazer e começou a estimular a criatividade fazendo desenhos de Pokemon  em caderninhos já usados.
O trabalho é complicado, ele apaga  todas as escritas do caderno, busca as referências dos personagens  no computador e depois começa os esboços para então colorir, recortar e colar, tudo com muita  simplicidade e uma empolgação que contagia:
“Eu não tenho preguiça de desenhar, pra mim nada e difícil não” 

” Isso aqui é uma arte, artista pode ser muito famoso, eu não quero muita famosidade não, eu só quero trabalho assim sem ser artístico sabe, eu quero ser desenhista em vez de artista.”

Ele ainda dá um conselho sábio para as crianças:
” Olha aí criançada  boneco é besteirinha, desenhar é muito melhor!”

Então, que tal largar tudo e começar a colorir nesse domingo?

Noivas Barbadas

A exposição é velhinha, mas confesso que a idéia ainda me encanta.
Homens num ensaio fotográfico vestindo o maior símbolo de pureza feminina…machos barbados e sensíveis!
Esse foi o trabalho do fotógrafo Jorge Bispo, formado em Artes Plásticas e colaborador de publicações em veículos de imprensa como   Vogue Brasil, Playboy Brasil, Trip, TPM  e Vip.

“Cabe um mundo de personagens nesse que já foi o manto sagrado, o santo sudário com que toda mulher queria vestir seus sonhos e que hoje quase não se vê mais piscando na imaginação das jovens. Não por acaso, vamos reencontrá-lo agora no corpo de algumas personalidades machas brasileiras. É comédia? É tragédia? Nelson Rodrigues, que era capaz de fazer rir e chorar, geralmente com a mesma frase, entenderia o drama e o humor que as fotos de Bispo viram por baixo dos panos.”

(Joaquim Ferreira dos Santos, jornalista de O Globo)

Stencil estilo mulherzinha

Lá estava eu na minha caçada semanal por um assunto interessante para escrever, eu admito que andei BEM preguiçosa com o fim de ano/início de ano, e não escrevi nada. Mas enfim, to voltando ‘cá corda toda’.

Durante a minha caçada achei uma artista chamada NeSpoon que uniu padrões rendados com grafite e esculturas feitas de argila e aplicada no chão, por exemplo. Fazendo intervenções urbanas delicadas e ‘inusitadas’, essa artista está conquistando meu coração!!

ImageImageImageImageImageImageImageImageImageImageImageImageImageImageImageImageImage

Ettore Cavaliere

Eu sempre gostei de colagens, desde os primórdios da minha vida, tive um guarda-roupas tomado por imagens, enfim, fazia colagens em tudo o que eu tinha, isso só continuou e se aperfeiçoou, todo o designer, artista, estilista que eu conheço tem um pouco essa bela mania, de recortar imagens e reunir num contexto próprio, é uma forma de arte muito democrática, muitas vezes pegar a arte dos outros e modificar de acordo com o nosso olhar.

Esses dias, descobri um artista italiano que mistura tudo, animais, antiguidades, clássicos, natureza, arte e putaria! Não tem como não amar o trabalho do Cavaliere, que usa como inspiração trabalhos de Andy Warhol e Rauschenbe

 

rg.